Será que sua empresa não poderia estar lucrando mais?

Antes de mais nada quero colocar a seguinte questão em pauta: Será que sua empresa não poderia estar lucrando mais?


O que move uma empresa é a capacidade de realizar novas vendas, afinal essa é a finalidade de qualquer empreendimento, gerar lucro, e para tal é necessário gerar vendas. Porém para gerar lucro não basta apenas que sua empresa esteja vendendo, é necessário ter toda uma estrutura que permita que essa venda ocorra. Essa estrutura, numa visão financeira, pode ser classificada como Custo de Operação (direto e indireto) que são valores e esforços necessários para que o negócio esteja operando.


Quando o assunto é lucrar mais automaticamente se associa a vender mais, porém o aumento do lucro só é real se você conseguir vender mais com menos custo de operação, portanto as vezes o aumento do lucro se dá não por se vender mais, mas sim por se gastar menos.


Deu um nó na cabeça? Então vamos elucidar essa ideia:


CENÁRIO 1

Imagine a seguinte situação, você possui uma carteira de 10 clientes com contratos de prestação de serviços recorrentes e, para poder atendê-los é necessário se investir em uma equipe de 3 pessoas. A cada novos 10 clientes é necessária uma nova equipe de mais 3 pessoas, portanto quando sua empresa tiver uma carteira de 50 clientes, consequentemente você terá que investir em um custo de operação de 15 pessoas, correto.


A sua receita vai ter aumentado com o aumento das vendas, mas o seu custo operacional também aumentou na mesma proporção, mantendo dessa forma a mesma margem de lucro.


CENÁRIO 2

Agora imagine a mesma situação, onde sua empresa aumentou sua carteira de clientes nos mesmo 50, porém ao invés de utilizar uma equipe de 15 pessoas, precisou aumentou sua equipe apenas para 7 colaboradores.


Nesse caso, além da sua receita ter aumentado devido ao aumento das vendas, sua margem de lucro também aumentou, pois os custos com a equipe foram reduzidos. É como se o valor dos custos das demais 8 pessoas do primeiro cenário se tornassem valor agregado do produto, e, portanto, maior lucro para a empresa.


Vamos analisar…


No primeiro cenário, como minha equipe se manteve na mesma proporção dos clientes eu provavelmente mantive o mesmo padrão e qualidade de atendimento dos meus clientes enquanto aumentei minha receita, porém sem aumentar minha margem de lucro.


No segundo cenário, com uma equipe mais enxuta para reduzir meu custo operacional e realizar o mesmo trabalho consequentemente minha receita e minha margem de lucro aumentam, mas provavelmente minha qualidade e capacidade de atendimento tendem a declinar, o que pode me causar grandes transtornos no futuro como redução da minha carteira de clientes e queda nas vendas.


Poxa, então o segundo cenário que parecia ser muito promissor, na verdade pode ser uma armadilha, pois em questão de tempo tudo o que foi conquistado tende a ser perdido.



Como fazer para se atingir o segundo cenário? É possível?


A boa notícia é que SIM, o segundo cenário é possível de ser atingido sem diminuir, na verdade até, por vezes, aumentando o padrão e qualidade do atendimento, a partir de investimentos em sistema de automatização dos processos e operações da empresa. Utilizando as ferramentas certas, com a mesma equipe é possível agilizar, automatizar e reduzir o tempo para execução das atividades do dia a dia.


Pense, por exemplo, quanto tempo sua equipe leva para gerar todos os boletos de cobrança para seus clientes todo mês? E se os mesmos boletos fossem gerados todos de uma vez, a partir de um clique? E se todos os seus clientes estivessem cadastrados em um banco de dados unificado, quando tempo sua equipe ganharia na hora de cadastrar novos clientes ou alterar os dados daquelas que lá já estão?


São pequenos processos e atividades do decorrer do dia que acabam tomando um tempo precioso de sua equipe que poderia ser otimizado e utilizado para a realização de atividades que realmente agregam valor ao seu produto final, fortalecem a sua empresa e a sua marca. Para isso seus investimentos devem ser direcionados de maneira correta, e deve ser dada maior relevância para aqueles que tornam sua empresa mais produtiva e inteligente, como sistemas e ferramentas de gestão e de automação.


Agora volto na pergunta do início desse artigo, e peço que você pare e reflita antes de respondê-la: Será que sua empresa não poderia estar lucrando mais?

0 visualização

BEFORCE

BESPECIALIST

BECLIENT

BECONTACTED

Desenvolvido por BEFORCE - inteligência, treinamentos e estratégias digitais | Todos os direitos reservados