Conheça o modelo de empresas e Negócios 2.0

A algumas semanas o Google, maior empresa de tecnologia do mundo, inaugurou um novo espaço na cidade de São Paulo para que estudantes, empresários, empreendedores, aspirantes, famílias, executivos e quaisquer outras pessoas que desejem desenvolver uma ideia e transformá-la num negócio possam trabalhar. Com uma infraestrutura profissional, ambientes confortáveis, que estimulam o trabalho em equipe e a imaginação construtiva, a empresa aposta nesse novo modelo de espaço que permite a troca de experiência e a vivência em comunidade para a evolução das ideias, descoberta de grandes talentos e realização de sonhos.


Espaços de trabalho cooperativos como esse vêm ganhando cada vez mais destaque em nossas cidades, principalmente entre os profissionais do futuro. Empresários e empreendedores que buscam seu lugar ao sol com base na prestação de serviços de qualidade, diferente do modelo tradicional de negócios onde muitos custos envolvidos estão relacionados a se ter um espaço físico, o empresário 2.0 precisa estar onde seu cliente está.


O potencial de alcance, faturamento e lucratividade de um negócio, está diretamente relacionado ao tamanho de sua demanda, ao tamanho do seu mercado. O potencial de sucesso da sua empresa é o limite máximo do mercado que ela pode atingir, ou seja, à capacidade máxima de clientes que a empresa tem para trabalhar, com quem tem formas e canais que possibilitem a comunicação efetiva, o oferecimento de seus produtos e serviços, e condições de realizar suas atividades com qualidade.


Isso coloca em cheque àqueles que tem grandes ideias à serem colocadas no mercado. Como atingir o maior mercado possível se nos limitarmos ao espaço físico? Pense em sua empresa. Seus produtos ou serviços servem apenas para pessoas ou empresas que estão na sua rua? No seu bairro? Na sua cidade? Será que não servem para todos no seu país?


O mundo virtual, a evolução da internet, a facilidade de acesso à equipamentos de ponta e ferramentas que possibilitam sua empresa estar presente nesse novo mundo quebram as barreiras físicas e permitem que seu negócio alce voos muito mais altos, buscando atingir um potencial maior que jamais seria alcançável se dependesse apenas do seu espaço físico.


Por exemplo, se você tem uma loja de roupas personalizadas para um público que gosta de um determinado estilo específico. O caminho, ainda comumente utilizado seria você abrir uma lojinha no seu bairro, com a maior vitrine que fosse possível, para mostrar a maior quantidade de peças possíveis, buscando atrair o maior número de pessoas possíveis. São muitos “possíveis” numa mesma frase, e cada possível você pode entender como uma limitação para o seu negócio.


Além de todas as limitações que o espaço físico proporciona, ainda existe a limitação de capital. Para se começar do zero com uma estrutura física básica, são inúmeros os investimentos em dinheiro e tempo necessários até que sua loja esteja pronta para operar. E adicione nessa conta todos os “possíveis” do parágrafo anterior.


Fazendo um paralelo com o mundo virtual, para se abrir o mesmo negócio, basicamente seriam necessários, investimentos em uma loja virtual e um pouco de divulgação online. Com apenas isso, sua capacidade de público, e, portanto, potencial de lucratividade, aumentam exponencialmente, promovendo muito mais chances do seu negócio dar certo, com investimento e risco muito inferiores.


Eu utilizei como exemplo uma loja virtual, pois é um tipo de negócio muito comum, mas se você é um prestador de serviços, consultor, vende cursos online, ou atue com qualquer outro produto ou segmento, os números e as chances são as mesmas, basta realizar algumas adaptações para sua realidade nos pontos destacados e garanto que irá chegar à mesma conclusão.


Mas isso torna então o espaço físico totalmente dispensável? Não, principalmente em se tratando de prestadores de serviços ou de empresas que contam com uma equipe de pessoas que precisam em algum momento compartilhar um espaço para a realização de reuniões, desenvolvimento de projetos que demandem a presença física dos participantes, ou mesmo para receber clientes.


Nesse sentido é que entram os espaços de coworking como o recém inaugurado do Google em São Paulo. Apesar de ainda parecer novidade para muitos empresários, esses espaços começam a se destacar como opções muito melhores para se trabalhar, não apenas para quem está começando um negócio, mas também para grandes empresas.


Com os profissionais cada vez mais capacitados para trabalhar online graças à soluções de gestão e compartilhamento de informações como o G Suite, os coworkings tornam-se uma opção cada vez mais procurada ao invés do espaço físico padrão, pois, em modelos de cobrança por sala e por hora de utilização, esses espaços oferecem uma solução muito mais flexível e acessível para todo tipo de empresa, se adaptando à real necessidade e tornando uma opção muito mais interessante do que se investir num custo fixo mensal com aluguel e todos os demais custos ou despendendo um grande capital com a compra de um espaço próprio.


O modelo on demand veio para ficar, e não apenas na Netflix que você usa para assistir séries e filmes, mas também para os modelos e estruturas de negócios. Desde o espaço que sua equipe irá frequentar, até as soluções que irá utilizar, os modelos de coworking e e-business, permitem que você tenha a melhor estrutura do mundo, física e virtual, comparável à das maiores empresas, com um custo super acessível e que cabe no seu bolso.


Se você ainda não conhece esse novo modelo de empresa, não perca tempo, clique aqui para saber mais sobre soluções online para sua empresa, e aqui para conhecer a Company Working, empresa pioneira que oferece o melhor espaço de coworking de Sorocaba e região.

18 visualizações

BEFORCE

BESPECIALIST

BECLIENT

BECONTACTED

Desenvolvido por BEFORCE - inteligência, treinamentos e estratégias digitais | Todos os direitos reservados 

  • WhatsApp Vermelho
  • Email
  • Chat Vermelho
  • facebook vermelho_edited